Закрыть ... [X]
Закрыть ... [X]

                                             Nгo encontrou o que procura? Pesquise no Google:

  inflamada

Pedras na Vesнcula sгo formaзхes duras dentro da vesнcula ou nos canais biliares.

 

Sem dъvida este й um dos principais distъrbios, responsбvel por boa parte dos atendimentos nos consultуrios de doenзas digestivas.

 

 

COMO A PEDRA Й FORMADA NA VESНCULA

 

A bile й produzida no fнgado e й eliminada no intestino. A bile ajuda na digestгo de alimentos gordurosos. Ela contйm vбrias substвncias, entre as quais colesterol e pigmentos. Quando algumas dessas substвncias aumentam em quantidade na bile, elas podem se depositar na vesнcula. Com o passar dos meses e anos, estes depуsitos se unem e formam pedras (cбlculos).

 

Vesнcula Biliar

A bile й produzida no fнgado e transportada para o intestino (duodeno) atravйs de canais biliares. A vesнcula tem uma funзгo simples no organismo: de armazenar a bile; ela nгo produz bile.

 

Outros locais do organismo, como o rim, a bexiga e o canal da saliva e o lacrimal tambйm podem formar pedras (cбlculos). Mas, as pedras desses locais sгo diferentes das pedras da vesнcula.

 

Entenda:

 

O fнgado fabrica a bile, um lнquido amarelado com 85 a 95% de бgua, que contйm, principalmente, colesterol (nгo relacionado ao do sangue), lecitina e бcidos biliares.

 

A bile flui do fнgado para o duodeno (primeira porзгo do intestino delgado) no qual ajuda na digestгo dos alimentos. Uma parte da secreзгo biliar, no trajeto, primeiramente, entra na vesнcula, sofrendo um processo de concentraзгo.

 

Quando algum componente da bile sofre uma modificaзгo quнmica ou de quantidade, pode acontecer a formaзгo e a precipitaзгo de microcristais, na grande maioria das vezes, dentro da vesнcula biliar. Estes vгo crescendo pelo acъmulo de novas camadas podendo alcanзar milнmetros a centнmetros de diвmetro.

 

Quando a comida sai do estфmago para o intestino, a vesнcula sofre uma contraзгo reflexa, liberando a bile lб concentrada. Essa contraзгo e o conseqьente fluxo biliar podem mobilizar os cбlculos. Esses podem trancar no caminho, logo na saнda da vesнcula ou no primeiro e fino canal de drenagem, chamado de cнstico.

 

Menos freqьentemente, o cбlculo tem dificuldade de passar no canal seguinte, de maior diвmetro, conhecido por colйdoco. Esse traz a bile que vem do fнgado e segue atй o duodeno, terminando num tipo de vбlvula, a Papila de Vater, na qual tambйm a pedra pode ficar impactada.

 

Cabe assinalar que em direзгo desta papila converge o Canal de Wirsung, transportando o suco pancreбtico. Isso permite compreender uma parte do mecanismo da inflamaзгo pancreбtica reativa (Pancreatite Aguda Biliar) а presenзa ou а passagem do cбlculo biliar nessa regiгo.

 

As dificuldades de trвnsito dos cбlculos atravйs dos canais biliares e a conseqьente obstruзгo parcial ou total do fluxo de bile podem determinar a dor da assim chamada cуlica biliar.

 

Os cбlculos estгo presentes ao redor de 10 a 20% dos adultos entre 35 e 65 anos, predominando entre as mulheres que estiveram grбvidas, as que tкm excesso de peso e as usuбrias de hormфnios estrуgenos e de pнlulas anticoncepcionais.

 

Pessoas com Diabete Melito e Cirrose estгo mais sujeitas a ter pedras biliares do que a populaзгo geral.

 

Existe tambйm, a Colecistite Alitiбsica, ou seja, inflamaзгo vesicular sem cбlculos. Esta й infreqьente, em geral aguda, mas de apresentaзгo clнnica muito semelhante аquela causada por cбlculo. A causa do quadro tem sido estudada, ressaltando-se a deficiкncia circulatуria arterial da vesнcula biliar.

 

 

COMO SГO AS PEDRAS NA VESНCULA (CБLCULOS BILIARES)

 

O nъmero, tamanho, forma e cor das pedras da vesнcula sгo bastante variбveis. Algumas pessoas sу tкm uma pedra, enquanto outras tкm mais de mil. Da mesma forma, as pedras podem variar de tamanho, iniciando com 1mm (tamanho de um grгo de areia), podendo chegar atй 15cm.

 

Cбlculos Biliares - Pedras na Vesнcula

A fotografia acima mostra diversos tipos de cбlculos biliares (pedras na vesнcula), com vбrios tamanhos, formas e cores.

 

 

 

SAIBA O QUE Й A COLECISTITE

 

A colecistite й a inflamaзгo da vesнcula biliar e normalmente estб diretamente associada a obstruзгo da mesma por um cбlculo biliar - pedra na vesнcula. A colecistite pode ter sua origem em uma infecзгo ou apenas em algum fator irritativo que possa causar uma inflamaзгo em uma vesнcula jб obstruнda.

 

Diferente da cуlica biliar, onde a dor й limitada e desaparece apуs o relaxamento da vesнcula fora dos perнodos fotos de vesicula inflamada de alimentaзгo, a colecistite se caracteriza por uma dor constante e mais forte. Essa dor, normalmente vem associada a vфmitos e febre. No caso de colecistite, a dor tambйm piora durante a alimentaзгo.

 

 

Apesar da colecistite normalmente estar associada a obstruзгo da vesнcula, ela tambйm pode ocorrer em pacientes sem histуria de pedra na vesнcula. Em aproximadamente 10% dos casos, pacientes com colecistite nгo possuem histуrico de cбlculo biliar.

 

 

 

TRATAMENTOS PARA PEDRAS NA VESНCULA

 

O tratamento pode ser feito com o uso de produtos naturais (tratamentos alternativos), medicamentos (para dissolver as pedras) ou atravйs de cirurgia para a retirada da vesнcula (colecistectomia).

 

Existem tratamentos alternativos que em muitos casos resolvem o problema, e sem dъvida, o uso deles deveria ser a primeira opзгo de tratamento nos casos em que nгo existe gravidade ou risco de complicaзхes. Em um segundo momento, quando estes tratamentos alternativos nгo surtem o efeito resolvendo o caso, os pacientes ainda podem recorrer a alguns medicamentos que apesar de muitas vezes causarem efeitos colaterais, atuam dissolvendo os cбlculos biliares e certamente ainda sгo menos agressivos que uma cirurgia.

 

Infelizmente, os уtimos resultados financeiros obtidos com as cirurgias (colecistectomia por laparoscopia), muitas vezes fazem com que a retirada cirъrgica das pedras na vesнcula sejam normalmente a primeira recomendaзгo adotada por muitos mйdicos. A remoзгo da vesнcula biliar jб й uma das cirurgias mais praticadas no Brasil, e a maioria delas й realizada por via laparoscуpica. O termo mйdico para este procedimento й colecistectomia videolaparoscуpica, onde a operaзгo й realizada atravйs de quatro pequenos orifнcios de 0,5 cm no abdomen e geralmente o paciente fica um dia internado no hospital e retorna аs atividades normais em 10 a 15 dias.

 

Na maior parte dos casos as pedras na vesнcula sгo assintomбticas e os pacientes geralmente nem sabem que estгo com o problema. Em mais de 80% destes casos, o paciente sу descobre que estб com pedra na vesнcula quando sente uma cуlica biliar. Estudos mostram que fitoesterуis em cбpsulas, uma colher diбria de уleo de oliva, cloreto de magnйsio pa, chб de folha de abacateiro e o chб de agulhas de pinheiro utilizados alternadamente durante alguns meses normalmente diluem e eliminam a pedra na vesнcula. O нndice de sucesso varia de 40-80% e o tratamento em geral dura de 6 a 12 meses. Importante esclarecer que apуs a eliminaзгo das pedras na vesнcula й importante manter uma dieta equilibrada e sem a ingestгo exagerada de gorduras para que o organismo nгo volte a formar os cбlculos biliares.

 

Nos casos em que a utilizaзгo dos complementos naturais citados nгo sгo suficientes para eliminar as pedras na vesнcula, pode-se recorrer a medicamentos especнficos. Porйm, infelizmente, ainda й enorme o nъmero de pessoas que sгo operadas indevidamente e sem a real necessidade.

 

Em alguns casos, os sintomas invocados para justificar uma cirurgia (azia, desconforto e enfartamento do estфmago, vуmito cнclico etc.), nem sempre sгo causadas pelas pedras e muitas vezes reaparecem depois da operaзгo.

 

O exame de escolha para o diagnуstico normalmente й a ultra-sonografia. A partir do diagnуstico de pedra na vesнcula, deve-se avaliar a melhor opзгo de tratamento.

 

Nos pacientes assintomбticos que encontram uma pedra acidentalmente em exames de rotina, em geral a conduta й sem o uso de cirurgia. Trabalhos mostram que menos de 15% das pessoas com pedras assintomбticas desenvolvem sintomas em um prazo de 10 anos. E as que desenvolvem, o fazem como cуlica biliar, e nгo colecistite ou outras das complicaзхes possнveis.

 

Tratamento cirъrgico de pedra na vesнcula

 

A nгo ser que haja outros dados na histуria clнnica, nгo se deve levar para cirurgia pacientes com colelitнase assintomбtica (sem sintomas).

 

Se o paciente apresenta sintomas da pedra na vesнcula, mesmo que somente cуlicas biliares, a cirurgia pode ser indicada pelo mйdico. O tratamento mais comum nestes casos й a colecistectomia, retirada cirъrgica da vesнcula. A colecistectomia pode ser feita por cirurgia tradicional ou por laparoscopia. Atualmente a cirurgia laparoscуpica й a mais usada.
Nos casos de colangite, cбlculos nas vias biliares ou pancreatite, o procedimento tambйm й cirъrgico e visa a desobstruзгo da via biliares. Apуs a desobstruзгo, retira-se tambйm a vesнcula no mesmo ato cirъrgico para evitar recorrкncias.

 

Apesar de totalmente contra-indicada, devido aos possнveis efeitos colaterais que pode ocasionar, existe ainda a opзгo pelo tratamento com ondas de choque (litotripsia), semelhante ao feito com o cбlculo renal.

 

A cirurgia para retirada de pedra na vesнcula e da prуpria vesнcula estб indicada apenas nos seguintes casos:

 

• Paciente com sintomas graves o bastante para interferir com sua rotina diбria.
• Paciente que apresentou alguma complicaзгo devido а presenзa dos cбlculos.
• Paciente que possui algum fator que aumente seu risco de desenvolvimento de complicaзхes.


A vesнcula й um уrgгo importante, mas nгo й considerado vital pelos mйdicos. A maioria dos pacientes sem vesнcula pode levar uma vida normal e sem problemas. Sabemos que й perfeitamente possнvel viver sem a vesнcula biliar, pois a bile, como jб explicamos, й produzida no fнgado. Durante os primeiros anos apуs a cirurgia, hб alguma intolerвncia a alimentos mais gordurosos, mas com o passar do tempo os pacientes geralmente se adaptam e nгo necessitam de restriзгo alimentar muito rigorosa. Em alguns poucos casos (aproximadamente 5%) o paciente fica com o hбbito intestinal mais rбpido (intestino solto), o que pode causar algum desconforto momentвneo, mas em geral melhora um pouco a longo prazo.
Tratamento medicamentoso de pedra na vesнcula
Nos pacientes com pedras predominantemente de colesterol e sem evidкncias de complicaзхes, hб a opзгo pelo tratamento com remйdios. Existe uma substвncia chamada бcido ursodesoxicуlico, ou ursodiol, que pode dissolver este tipo de cбlculo. Atravйs da tomografia computadorizada muitas vezes й possнvel avaliar a composiзгo das pedras e indicar o tratamento com remйdios. O tratamento com esta droga possui algumas contra-indicaзхes e pode ocasionar efeitos colaterais, devendo ser utilizada apenas sob acompanhamento mйdico. Muitas vezes o tratamento com este medicamento nгo resolve definitivamente, ocorrendo a reincidкncia do problema apуs um longo perнodo sem uso. Й importante lembrar que ao contrбrio de produtos naturais, para o uso de medicamentos alopбticos й imprescindнvel a prescriзгo, orientaзгo e acompanhamento de profissionais da бrea de saъde. Se o paciente estiver tendo cуlicas biliares, este tipo de tratamento nгo estб indicado, pois ninguйm vai manter o paciente com dor por tanto tempo.
O grande problema do tratamento nгo cirъrgico й a alta taxa de recorrкncia das pedras. Mais de 50% dos pacientes voltam a apresentar pedras em um intervalo de 5 anos.
Cбlculos biliares formados pelo uso do antibiуtico ceftriaxona costumam desaparecer espontaneamente algumas semanas apуs a suspensгo do medicamento.

 

Tratamento alternativo para pedra na vesнcula

 

Sim, conforme explicado inicialmente й importante esclarecer que existem tratamentos alternativos realizados com o uso de alguns complementos nutricionais para eliminaзгo das pedras na vesнcula. A utilizaзгo destes produtos podem ajudar em muitos casos a evitar cirurgias para remoзгo da vesнcula. Os complementos recomendados sгo fitoesterуis em cбpsulas, o уleo de oliva, o cloreto de magnйsio pa, o chб de folha de abacateiro e o chб de agulhas de pinheiro. Estes complementos utilizados alternadamente durante alguns meses normalmente diluem e eliminam a pedra na vesнcula. O нndice de sucesso varia de 40-80% e o tratamento em geral dura de 6 a 12 meses. Importante esclarecer que apуs a eliminaзгo das pedras na vesнcula й importante manter uma dieta equilibrada e sem a ingestгo exagerada de gorduras para que o organismo nгo volte a formar os cбlculos biliares.
 





ШОКИРУЮЩИЕ НОВОСТИ



Related News


Fotos de opala tunado
Sacar copias de fotos
Fotos de diferentes razas de perros chihuahua
Fotos padre marcelo rossi
Espera feliz mg fotos
Fotos de los presidentes de bolivia
Fotos romanticas para el facebook